Adriano Machado/Reuters – 13.06.2021

O presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido) disse que a equipe econômica do Governo Federal estuda reformular o Bolsa Família, que passaria a ter um valor mínimo de R$ 300. A ideia é implementar o benefício social em novembro, um mês após o pagamento da quarta e última parcela do auxilio emergencial.

“Pretendemos em novembro já ter o novo Bolsa Família. O valor será no mínimo de R$ 300. Hoje em dia, a média do Bolsa Família equivale a R$ 192. Vamos passar isso para R$ 300. É um pouco mais de 50% de reajuste.”

O presidente também destacou os esforços feitos pelo Governo durante a pandemia para minimizar os impactos econômicos causados pelo coronavírus em todo o mundo. “2020 foi o ano da pandemia e nós terminamos dezembro com mais empregos formais que os criados em 2019. Esse é um sinal que a equipe econômica trabalhou para que milhares de empregos não fossem perdidos”, destacou.

“Cada parcela do auxilio emergencial equivalia ao endividamento mensal de quase R$ 50 bilhões. O auxílio pode ser pouco para quem recebe, mas é muito para a União”.

Fundão eleitoral

O presidente também voltou a afirmar que irá vetar a proposta do fundão eleitoral aprovado pelo Congresso Nacional. O projeto de Lei foi aprovado na última semana para instituir fundo eleitoral de R$ 5,7 bilhões aos partidos nas eleições de 2022.

“É uma cifra enorme, que, no meu entender, está sendo desperdiçada, caso seja sancionada. Posso adiantar que não será sancionada”, afirmou. O presidente destacou que essa verba poderia ser utilizada de outra forma, beneficiando diretamente toda a população.

“Eu tenho que conviver em harmonia com o Legislativo. Nem tudo que eu apresento ao Legislativo é aprovado e nem tudo que o Legislativo aprova, vindo deles, eu tenho obrigação de aceitar para o lado de cá. Mas a tendência nossa é não sancionar isso daí, em respeito ao trabalhador, ao contribuinte brasileiro”.

Vacinação
Jair Bolsonaro comentou sobre o andamento da vacinação no Brasil, ressaltando que ‘tirando os países que produzem vacina’, estamos entre os que mais vacinaram sua população. Segundo ele, ‘mais de 150 milhões de doses de vacina já foram distribuídas e mais de 100 milhões de pessoas já tomaram a primeira dose’. (o número atualizado é de 90 milhões).

Durante a entrevista, o chefe do governo voltou a defender que sejam encontradas alternativas para a covid, além das vacinas. “Afinal de contas, a vacina tem dado mostras, em alguns lugares do mundo –dependendo do tipo de vacina– que ela não te protege. […] A questão do tratamento precoce, do tratamento inicial, você tem que procurar alternativas”.

Por

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *